Flag

An official website of the United States government

Estados Unidos Inaugura Oficialmente Novo Edifício da Embaixada em Moçambique 
6 MINUTE READ
Setembro 30, 2021

Directora-geral do Dept. Estado dos E.U.A. para Engenharia, Instalações e Gestão de Segurança, Tracy Thomas; Secretário de Estado de Maputo, Vicente Joaquim; Ministro dos Recursos Minerais e Energia, Ernesto Max Tonela; Embaixador dos E.U.A., Dennis Walter Hearne; e Governador Júlio Parruque.

 

COMUNICADO DE IMPRENSA

Estados Unidos Inaugura Oficialmente Novo Edifício da Embaixada em Moçambique

30 de Setembro de 2021 – Na Quinta-feira, dia 30 de Setembro de 2021, o Embaixador dos E.U.A., Dennis Walter Hearne; o Ministro moçambicano dos Recursos Minerais e Energia, Ernesto Max Tonela; a Directora-geral do Departamento de Estado dos E.U.A. para Engenharia, Instalações e Gestão de Segurança no Gabinete de Operações de Edifícios no Estrangeiro, Tracy Thomas; o Secretário de Estado da Cidade de Maputo, Vicente Joaquim; e o Governador da Província de Maputo, Júlio Parruque, inauguraram a nova Embaixada dos Estados Unidos em Maputo, Moçambique.  Membros do governo moçambicano e representantes de partidos políticos, da sociedade civil, do sector privado, da comunidade académica, do sector de saúde, e da comunicação social, assistiram à cerimónia sinalizando a relação diversificada e multifacetada entre os Estados Unidos e Moçambique.

“Hoje estamos a fazer história.  Ao inaugurarmos este belo edifício, reconhecemos a natureza duradoura da nossa relação bilateral”, disse o Embaixador dos E.U.A., Dennis W. Hearne, durante a cerimónia de inauguração.  “Este novo edifício da Embaixada é um exemplo concreto da importância do trabalho do governo do Estados Unidos, e de quão importante é o sucesso de Moçambique para a região e para o mundo”, afirmou.

O novo complexo fornece uma plataforma segura, moderna, sustentável e inovadora para a diplomacia dos E.U.A. em Moçambique e aloja todas as agências do Governo dos E.U.A. com a excepção do Corpo da Paz. O projecto de construção de cinco anos criou mais de 1.000 empregos locais e injectou mais de 22 milhões de dólares na economia local.  O complexo de 10 hectares apresenta as mais recentes características em eficiência energética.  O edifício da Embaixada recicla o seu ar a cada 15 minutos, e o complexo tem o seu próprio sistema de irrigação.  As abas de altíssimo desempenho ao redor fazem lembrar as esculturas de madeira da tribo Makonde no norte de Moçambique e fornecem sombra suficiente para que o grande edifício reduza a quantidade de energia necessária para mantê-lo fresco.  O paisagismo sustentável que representa os três principais biomas de Moçambique – dunas, savana e floresta – estão integrados para criar áreas públicas e espaços de encontro ao ar livre para funcionários e visitantes.

Obras de arte americanas e moçambicanas são apresentadas no interior do novo edifício da Embaixada.  Gonçalo Mabunda de Moçambique e Alice Hope dos Estados Unidos criaram duas das maiores e mais deslumbrantes obras.  Ambos utilizaram materiais reciclados que são normalmente descartados e muitas vezes contribuem para a poluição, e transformaram-nos em belas esculturas e obras que estimulam o pensamento.  Este edifício e as suas obras de arte mostram o quanto as culturas americana e moçambicana têm em comum, como a relação Estados Unidos-Moçambique está a crescer, e como a cultura une os povos de todo o mundo.

Este novo edifício de última geração é um claro exemplo da forte e crescente relação entre os Estados Unidos da América e a República de Moçambique.  Para além de mais de 500 milhões de dólares em programas de assistência anuais, o Governo dos E.U.A. é o maior doador bilateral de vacinas a Moçambique, tendo doado até à data cerca de 640 mil vacinas de dose única da Johnson & Johnson, e investido mais de 62 milhões de dólares em apoio à resposta de Moçambique à pandemia da COVID-19.  A assistência ao desenvolvimento do Governo dos E.U.A. é robusta no sector da saúde, e apoia os esforços para ajudar as crianças a aprender a ler, melhorar os rendimentos dos agricultores, proteger a incrível biodiversidade de Moçambique, e muito mais.  O Governo dos E.U.A. está a desenvolver um segundo compacto da Corporação para o Desafio do Milénio (Millennium Challenge Corporation) que irá melhorar substancialmente os sectores da agricultura e dos transportes, está a reforçar as capacidades de Moçambique para combater o terrorismo e responder à crise humanitária resultante em Cabo Delgado, e está a apoiar instituições democráticas fortes e uma imprensa livre.

Para mais informações sobre este comunicado de imprensa, queira contactar a  Secção de Imprensa da Embaixada dos E.U.A. pelo MaputoPress@state.gov.

###