Flag

An official website of the United States government

Estados Unidos da América e Moçambique Estão Juntos no Trabalho em Prol do Fim da Tuberculose
8 MINUTE READ
Março 24, 2023

COMUNICADO DE IMPRENSA

————————————————————————–

Estados Unidos da América e Moçambique Estão Juntos no Trabalho em Prol do Fim da Tuberculose

24 de Março de 2023 – Hoje, no Dia Mundial da Tuberculose, a Embaixada dos Estados Unidos em Moçambique reconhece os progressos alcançados e os desafios que restam para alcançar o objectivo de eliminar a tuberculose (TB) como um problema de saúde pública até 2030.

Embora o programa moçambicano de combate à tuberculose tenha feito enormes progressos nos últimos anos, o país permanece entre os 14 países mais afectados pela tuberculose.  A tuberculose é uma das principais causas de morte e a principal causa de morte de pessoas que vivem com HIV em Moçambique. Os Estados Unidos continuam a apoiar Moçambique na tomada de acções concretas para combater a epidemia da tuberculose. Só este ano, cerca de 14 milhões de dólares serão investidos bilateralmente para apoiar as actividades de controlo da tuberculose.

O governo dos Estados Unidos tem prestado assistência técnica directa ao Programa Nacional de TB em Moçambique há mais de dez anos, concentrando-se no diagnóstico precoce de casos de TB, na integração de serviços de TB/HIV, e no diagnóstico e tratamento da TB resistente.  Graças aos progressos realizados durante este período, assistimos a um progresso incrível nas escolhas disponíveis para o tratamento.  Por exemplo, em Moçambique, os pacientes de TB têm agora acesso a tratamento que podem tomar em casa, minimizando efectivamente o risco de transmissão da doença a outros.

Uma pessoa que beneficiou do programa de tuberculose é João Jaime que, quando tinha 21 anos, se sentia doente.  “O meu tio levou-me ao hospital…. A enfermeira recolheu uma amostra para fazer o teste e rapidamente viram que se tratava de tuberculose. Mais tarde, os médicos descobriram que eu estava infectado com tuberculose multirresistente (TBMR-TB)”, relatou o Sr. Jaime. Após uma hospitalização de seis meses, o Sr. Jaime pôde regressar a casa e recuperar junto da sua família.

“Este é o tipo de relação de que precisamos para parar a tuberculose. Não podemos deixar que o estigma e a discriminação tenham espaço nas nossas comunidades. A tuberculose é uma doença que precisa da ajuda de todos nós”. – disse uma enfermeira de um centro de saúde.

Em colaboração com os seus parceiros, os Estados Unidos forneceram assistência financeira e técnica ao Ministério da Saúde para testes em centros de saúde e para melhorar a capacidade de dois laboratórios regionais para fornecer testes e investigação essenciais.

No último ano, programas de tuberculose financiados pelo Governo dos Estados Unidos e implementados em parceria com o Programa Nacional de Controlo da Tuberculose (PNCT) do Ministério da Saúde em Moçambique demonstraram progressos em várias áreas, incluindo:

  • – Moçambique atingiu 95,5% nas taxas de detecção da tuberculose;
  • – Moçambique tem uma taxa excepcional de sucesso no tratamento da tuberculose sensível aos medicamentos (DS-TB) de 94% (o objectivo nacional é superior a 90%);
  • – Melhoria da taxa de sucesso do tratamento da TB resistente aos medicamentos (DR-TB), de 47% em 2017 para 75% em 2022;
  • – Quase 100% dos doentes novos e já infectados com TB foram submetidos a testes de HIV e tiveram o seu estado de seropositividade documentado nos seus ficheiros clínicos;
  • – 94% das Pessoas Vivendo com HIV (PVH) recentemente diagnosticadas com Tratamento Anti-retroviral (TARV) começaram o Tratamento Preventivo da TB (TPT);
  • – A taxa de conclusão do TPT para PVHIV é de 87%.

O Governo dos Estados Unidos continua empenhado em trabalhar com Moçambique como parte dos esforços globais para acabar com a tuberculose.  Segundo o Embaixador dos Estados Unidos para Moçambique, Peter H. Vrooman “Para ser eficaz, a resposta deve ser global, e deve representar uma parceria de governos, sociedade civil, comunidades afectadas, investigadores, o sector privado, e agências de desenvolvimento internacional”.

O Embaixador continuou por dizer: “Neste dia, juntamo-nos aos nossos parceiros internacionais adoptando o tema do Dia Mundial da Tuberculose, 2023, da Stop TB Partnership: “Sim! Podemos acabar com a tuberculose”. Acredito verdadeiramente nisso. O esforço que vejo do Governo de Moçambique, em colaboração com a sociedade civil e outros actores no sector da saúde, é impressionante e merece ser reconhecido. Recordemos que a TB é uma doença curável, e trabalhando em conjunto, podemos tratar e derrotar a TB. Assim, hoje, não só recordamos as vidas que foram perdidas devido à TB, mas também, devemos voltar a comprometer-nos com o trabalho que deve ser feito para controlar esta epidemia”.

A assistência à TB representa uma componente crítica da assistência mais ampla do Governo dos EUA a Moçambique. Em estreita colaboração com o Governo de Moçambique, o Governo dos EUA fornece mais de 500 milhões de dólares em assistência anual para ajudar os moçambicanos a construir um país mais saudável, mais democrático, mais seguro, e mais próspero para todos.  Isto inclui o trabalho realizado por múltiplas agências do governo dos EUA, incluindo o Departamento de Estado dos EUA, a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), e os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC).

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) lidera o desenvolvimento internacional do Governo dos Estados Unidos e a assistência em catástrofes através de parcerias e investimentos que salvam vidas, reduzem a pobreza, fortalecem a governação democrática, e ajudam as pessoas a sair de crises humanitárias. Para mais informações sobre o trabalho da USAID na promoção do desenvolvimento sustentável e do avanço da dignidade humana, visite www.usaid.gov.

Desde 2001, os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA têm trabalhado em estreita colaboração com o Governo de Moçambique, organizações não governamentais, parceiros comunitários e parceiros multilaterais para responder a alguns dos mais significativos desafios de saúde pública de Moçambique, incluindo HIV, tuberculose, malária, e COVID-19. Para mais informações sobre o trabalho de saúde global do CDC visite www.cdc.gov.

Para mais informações respeitantes a este comunicado de imprensa, queira contactar a Secção de Imprensa da Embaixada dos E.U.A. pelo MaputoPress@state.gov.