Flag

An official website of the United States government

Governo dos E.U.A. Apoia Investigação Local para Melhorar o Tratamento da Malária e a Saúde Materno-Infantil
6 MINUTE READ
Setembro 21, 2021

Um membro do pessoal do CISM realiza investigação apoiada pela USAID

 

Embaixada dos E.U.A.

Avenida Marginal, 5467

Caixa Postal, 783

Maputo, Moçambique

 

 

COMUNICADO DE IMPRENSA

Governo dos E.U.A. Apoia Investigação Local para Melhorar o Tratamento da Malária e a Saúde Materno-Infantil

21 de Setembro de 2021 – O Governo dos E.U.A., através da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), concedeu recentemente um donativo de 800 mil dólares ao Centro de Investigação em Saúde da Manhiça (CISM) para a investigação da malária e da saúde materno-infantil.  A doação irá financiar estudos sobre a eficácia da vacina pneumocócica e dos medicamentos e tratamentos antimaláricos.  A USAID, o CISM e o Ministério da Saúde de Moçambique (MISAU) colaboraram para identificar estes tópicos como sendo críticos para melhorar a malária e os cuidados de saúde materno-infantil em Moçambique.

Para os moçambicanos com idade inferior a cinco anos, a pneumonia e a malária são duas das principais causas de morte.  O CISM é uma das principais organizações de investigação médica de Moçambique e a USAID tem vindo a apoiá-la desde 2011, visando uma melhor compreensão destas doenças em Moçambique.  Estes estudos em curso terão como base os resultados da assistência anterior do governo dos Estados Unidos.

O primeiro estudo concentra-se na eficácia dos medicamentos e tratamentos antimaláricos.  O foco será a compreensão da resistência aos medicamentos antimaláricos pelo Plasmodium falciparum – o parasita responsável pelos casos mais graves de malária em Moçambique.  O segundo estudo concentrar-se-á no impacto que a vacina pneumocócica teve nas taxas de pneumonia, meningite, sepse e outras infecções relacionadas, em crianças.  O estudo irá monitorar o efeito das recentes alterações ao calendário nacional de imunização da vacina pneumocócica nas taxas de doenças relacionadas.  O CISM irá colaborar com o Programa Nacional de Controlo da Malária, a Direcção Nacional de Saúde Pública, as unidades sanitárias provinciais e distritais, e outras instituições de investigação e académicas para conduzir e partilhar os resultados destes estudos, o que irá resultar em melhores cuidados aos doentes.

“A USAID compreende que a investigação científica liderada localmente é essencial para desenvolver e implementar os cuidados mais eficazes para os moçambicanos”, disse a Directora da Missão USAID/Moçambique, Helen Pataki.  “O apoio da USAID permitirá ao CISM reunir as provas mais precisas e actuais necessárias para que o MISAU e os seus parceiros possam continuar a melhorar os serviços de saúde”.

Os programas de saúde representam uma componente crítica da assistência mais ampla do Governo dos Estados Unidos em Moçambique.  Em estreita colaboração com o Governo da República de Moçambique, o Governo dos E.U.A. disponibiliza mais de 500 milhões de dólares em assistência anual para melhorar a qualidade da educação e dos cuidados de saúde, promover a prosperidade económica, e apoiar o desenvolvimento global da nação.

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) lidera o desenvolvimento internacional do Governo dos Estados Unidos e a assistência em desastres através de parcerias e investimentos que salvam vidas, reduzem a pobreza, fortalecem a governação democrática, e ajudam as pessoas a sair de crises humanitárias. Para mais informações sobre o trabalho da USAID na promoção do desenvolvimento sustentável e do avanço da dignidade humana, visite www.usaid.gov.

Para mais informações respeitantes a este comunicado de imprensa, queira contactar a Secção de Imprensa da Embaixada dos E.U.A. pelo MaputoPress@state.gov.

###