Flag

An official website of the United States government

Governo dos E.U.A. Contribui com 600 Mil Dólares em Equipamento Médico e Pessoal Médico
para Apoiar a Resposta de Moçambique à COVID-19
9 MINUTE READ
Julho 7, 2021

O Director Interino da USAID Moçambique, Martin McLaughlin (à direita), faz uma entrega simbólica de equipamento médico ao Secretário de Estado da Cidade de Maputo, Vicente Joaquim

Embaixada dos E.U.A. 

Avenida Kenneth Kaunda, 193 

Caixa Postal, 783 

Maputo 

MOÇAMBIQUE

COMUNICADO DE IMPRENSA 

Governo dos E.U.A. Contribui com 600 Mil Dólares em Equipamento Médico e Pessoal Médico para Apoiar a Resposta de Moçambique à COVID-19  

07 de Julho de 2021 – O Governo dos E.U.A. entregou material médico em apoio à resposta da COVID-19 em Moçambique, na Cidade de Maputo e na Província de Tete, avaliado em 600 mil dólares.  Estes materiais incluem equipamento de monitorização de oxigénio, equipamento de protecção pessoal, equipamento médico e financiamento para o recrutamento de pessoal médico adicional.  O Governo dos E.U.A. trabalhou em estreita parceria com o governo moçambicano para reforçar a resistência de Moçambique à pandemia da COVID-19, totalizando 32,9 milhões de dólares em assistência relacionada com a COVID-19, incluindo uma doação de 50 ventiladores portáteis, efectuada em Agosto de 2020. 

Numa cerimónia que teve lugar a 5 de Julho, o Director Interino da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), Martin McLaughlin, entregou o equipamento ao Secretário de Estado da Cidade de Maputo, Vicente Joaquim, à Directora dos Serviços de Saúde da Cidade de Maputo, Dra. Sheila Lobo, e à Directora Nacional de Assistência Médica, Dra. Luísa Panguene.  O equipamento de fornecimento de oxigénio inclui monitores cardiorespiratórios, oxímetros, equipamento de apoio ao uso contínuo dos ventiladores doados pelos E.U.A., bem como equipamento de protecção pessoal para os profissionais de saúde moçambicanos. O investimento no apoio ao pessoal é crucial.  O financiamento da USAID irá pagar a enfermeiros e médicos adicionais para cuidar de pacientes nos centros de tratamento COVID-19, expandindo os recursos humanos de Moçambique em termos de capacidade sanitária.  O equipamento, pessoal e apoio à formação, fornecidos através do projecto Reaching Impact, Saturation, and Epidemic Control (RISE), serão direccionados para unidades de saúde na cidade de Maputo e na província de Tete, onde os casos positivos da COVID-19 estão a aumentar. 

O Sr. McLaughlin disse: “Estes fornecimentos médicos irão assegurar que médicos, enfermeiros e outras equipas de saúde tenham mais flexibilidade no tratamento de pacientes gravemente afectados pela COVID-19 e com necessidades específicas, tais como oxigénio”.  Um maior acesso aos cuidados de saúde, desenvolvimento dos profissionais de saúde e segurança são componentes críticos da assistência mais ampla do Governo dos Estados Unidos em Moçambique.  Em estreita colaboração com o Governo da República de Moçambique, o Governo dos E.U.A. fornece mais de 500 milhões de dólares em assistência anual para melhorar a qualidade da educação e dos cuidados de saúde, promover a prosperidade económica e apoiar o desenvolvimento global da nação. 

RISE é um projecto global financiado pelo Plano de Emergência do Presidente dos E.U.A. para o Alívio da SIDA (PEPFAR) e pela USAID, que trabalha com parceiros locais para atingir uma visão partilhada de alcançar e manter o controlo da epidemia, com parceiros locais mais fortes capazes de gerir e atingir resultados através de sistemas de saúde sustentáveis, autossuficientes e resilientes até 2024. 

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) lidera o desenvolvimento internacional do Governo dos Estados Unidos e a assistência em desastres através de parcerias e investimentos que salvam vidas, reduzem a pobreza, fortalecem a governação democrática e ajudam as pessoas a sair de crises humanitárias.  Para mais informações sobre o trabalho da USAID para promover o desenvolvimento sustentável e fazer avançar a dignidade humana, visite www.usaid.gov.    

Para mais informações respeitantes a este comunicado de imprensa, queira contactar a Secção de Imprensa da Embaixada dos E.U.A. pelo MaputoPress@state.gov.