Flag

An official website of the United States government

Administrador Regan destaca o clima, a equidade e a liderança juvenil em visitas a Moçambique e Gana
11 MINUTE READ
Janeiro 22, 2024

Administrador Regan destaca o clima, a equidade e a liderança juvenil em visitas a Moçambique e Gana

Informações de Contacto

(press@epa.gov)

Washington, DC (19 de Janeiro de 2024) – Neste fim de semana, o Administrador da Agência de Protecção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), Michael S. Regan, viajará para Moçambique e Gana para construir parcerias e partilhar soluções numa série de prioridades ambientais, que incluem o desenvolvimento de energia limpa, a protecção do ar limpo, o incentivo à mineração responsável de minerais críticos e a reciclagem de materiais de plásticos e resíduos electrónicos. A missão do Administrador Regan a África, responde ao apelo do Presidente Biden à acção, na Cimeira de Líderes E.U.A. -África de 2022, para expandir parcerias substanciais e significativas com países Africanos, instituições e pessoas em todo o continente.

“Estou entusiasmado por representar a Administração Biden-Harris nesta missão a África, para promover a relação duradoura e de longa data entre os Estados Unidos e este continente próspero”, disse o Administrador da EPA, Michael S. Regan. “Moçambique e o Gana são parceiros importantes no nosso trabalho colectivo para garantir que o desenvolvimento económico e a protecção ambiental andam de mãos dadas. Todos nós temos interesse em desenvolver energia limpa, proteger os recursos naturais vitais e garantir a igualdade de acesso a ar e água limpos ”.

Enquanto estiver em África, o Administrador Regan também reunir-se-á com jovens líderes em ambos os países, para inteirar-se dos seus esforços para responder os desafios globais das alterações climáticas e da justiça ambiental. No Gana, o Administrador Regan far-se-á acompanhar por Derrick Johnson, Presidente e Director Executivo da NAACP.

“A NAACP aplaude a administração por tomar as medidas necessárias para promover a justiça climática em escala global”, disse Derrick Johnson, presidente e CEO da NAACP. “Há muito tempo defendemos a centralização das vozes Negras em todas as conversas sobre o clima, já que nossa diáspora será mais afectada pelos efeitos cada vez mais extremos do desastre climático que o mundo está a enfrentar. A NAACP espera apoiar o cultivo dessas parcerias cruciais e promover as prioridades das comunidades Negras e da linha de frente nos Estados Unidos e no exterior”.

Um resumo dos principais eventos, bem como os anúncios esperados durante a viagem, incluem:

22-24 de Janeiro em Moçambique

 

  • O Administrador Regan juntar-se-á a Peter Vrooman, Embaixador dos E.U.A. em Moçambique para a inauguração de um novo de monitor de qualidade do ar na Embaixada dos E.U.A. em Maputo.
  • A EPA irá colaborar com funcionários do governo moçambicano para partilhar actualizações sobre a utilização do seu Sistema de Modelação do Ar (AERMOD), com vista a identificar os desafios da poluição e as formas de os resolver.
  • A EPA irá fornecer assistência e orientação técnica ao governo de Moçambique e a sociedade civil, de modo a ajudá-los a envolverem-se de forma mais significativa nos processos públicos, em torno de operações mineiras responsáveis.
  • Os especialistas da EPA, farão uma parceria com os seus homólogos da Sociedade Geológica dos E.U.A., para organização de um webinar com uma comunidade que está a lutar contra os impactos da Erosão Costeira.

25-29 de Janeiro no Gana

  • O Administrador Regan e o Dr. Kwaku Afriyie, Ministro do Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, irão participar num evento em Accra e irão divulgar uma declaração conjunta que recorda os esforços em torno das alterações climáticas e a resolução de outros desafios, como a utilização de energia doméstica mais limpa, a poluição por plásticos e as emissões causadas por veículos e combustíveis.
  • O Administrador Regan e o Presidente Johnson irão visitar a casa do Dr. W.E.B Du Bois e o Cape Coast Castle (Castelo da Costa do Cabo). Os líderes irão depositar coroas de flores em ambos os locais.
  • A EPA irá apoiar a colaboração alargada em matéria de fogões de cozinha, através de uma conferência para investigação laboratorial e no terreno sobre fogões de cozinha, bem como prestar assistência técnica ao Laboratório de Fogões de Cozinha do Conselho de Investigação Científica e Industrial (CSIR).
  • A EPA irá ajudar a reforçar as capacidades de gestão dos resíduos electrónicos (E-Waste), através da participação do Gana no próximo Webinar sobre Resíduos Electrónicos da Rede Internacional de Gestão de Resíduos Electrónicos (IEMN) em África e irá apoiar a participação de um perito técnico em resíduos electrónicos do Governo do Gana, na reunião anual da IEMN.
  • A EPA, em parceria, com o Peace Corps, irá desenvolver um programa de parcerias entre escolas da América e do Gana para promover o intercâmbio de informações culturais e ambientais.

Antes da viagem, a EPA está também a anunciar uma série de resultados para apoiar e fazer avançar os principais esforços ambientais em todo o continente:

  • Parceria para a Qualidade do Ar Urbano: Com base na relação de longa data da EPA com o Departamento de Estado, na abordagem da qualidade do ar em todo o mundo, este trabalho terá como objectivo ajudar várias cidades africanas a reforçar a sua capacidade de gerir eficazmente a qualidade do ar.
  • Transferência do ARC-X: A EPA irá transferir este software de adaptação climática para um parceiro preparado, na Serra Leoa ou no Gana, que os ajudará a adaptarem-se melhor aos impactos causados pelas alterações climáticas. Esta base de dados, fornece soluções climáticas específicas e histórias de sucesso de cidades que enfrentam desafios ambientais semelhantes.
  • Fogões Limpos: Com base no seu envolvimento com a EPA, a Clean Cooking Alliance está a financiar um perito para trabalhar com o governo da Serra Leoa em questões relacionadas com fogões e está a ajudar a Serra Leoa a desenvolver uma estratégia de energia e cozinha limpa.
  • Águas Sem Lixo: Trata-se de um guia internacional desenvolvido pela EPA para reduzir o volume de lixo que entra nos cursos de água, tanto a nível nacional como internacional. Este programa foi implementado com sucesso em partes da Ásia e da América do Sul e, com esta série de vídeos, a EPA está a planear expandir a sua adopção em África.
  • Memorando de Entendimento do Corpo da Paz: A EPA assinou um memorando de entendimento com o Corpo da Paz, centrado na assistência à comunidade, no desenvolvimento de capacidades e na saúde ambiental. A EPA pode fornecer apoio técnico em áreas de especialização, incluindo, mas não se limitando a fogões de cozinha, gestão de águas residuais e gestão de resíduos sólidos.

Fotos, vídeos e leituras das actividades e eventos do Administrador estarão disponíveis através das suas contas no Twitter e Instagram durante e após a viagem.

Sobre a EPA

 

A Agência de Protecção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) é uma agência do governo federal dos E.U.A. que foi criada em 1970 para proteger a saúde humana e o ambiente. Os quase 15.000 profissionais ambientais da EPA lutam contra a crise climática, salvaguardam o ar e a água da América, regulam produtos químicos e pesticidas, respondem a emergências químicas, aplicam as leis ambientais dos E.U.A. e lideram pesquisas inovadoras. Uma vez que a poluição ultrapassa as fronteiras internacionais, o Gabinete de Assuntos Internacionais e Tribais da EPA trabalha com organizações internacionais e países para responder a desafios ambientais comuns.